Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2017

Motiva-te

Faz algo por ti, mexe o cú e vai à procura do que te faz feliz, hoje pode ser o teu dia e tu nem sabes, pode ser hoje que conquistas tudo o que desejas, não deixes escapar tudo se ainda vais a tempo.
 Corre, apanha os teus sonhos, não desistas já, dá só mais uma oportunidade a ti mesmo, vais ver que consegues, pode demorar minutos, ou umas horinhas, é rápido e verás que valerá a pena.
Todos te tentam deitar a baixo, mas isso é apenas para chegarem ao topo primeiro que tu, abre os olhos, estás a pouco tempo de ter tudo, estás a pouco tempo de seres feliz e não queres ver isso, preferes ficar iludido, preferes não te querer na verdade e no fim... sim no fim vais ver que perdeste e podias ter ganho tudo, vais ver a borrada que fizeste e o tempo que nem era muito podia te trazer o melhor da vida, podia ser hoje o teu dia. Lembra-te que podias ter o mundo e preferiste não ter nada.

Muda e tu já nem sabes

As coisas mudam e tu já nem sabes para onde te virar, chegas ao ponto em que só te queres livrar de tudo e de todos, queres o teu próprio espaço, queres um tempo só teu, onde ninguém te venha chatear.
 Sei bem o que isso é, é assim mesmo que eu me encontro neste momento, é complicado falar de tudo o que sinto, tudo o que me vem de dentro, é complicado querer explicar as coisas e não conseguir, mas tenho de arranjar forma de soltar tudo o que me vem de dentro.

Não um qualquer

Não será uma pessoa, não um nome qualquer, não um ser, não é um ser qualquer, talvez sejas tu não achas? Tudo em mim reclama por não te ter aqui, talvez agora eu abra os olhos, nada é como pensamos, nada é como queremos que seja, nunca, nunca será assim por mais que nós queiramos, existe sempre algo para nos trocar os planos.
 Agora deves estar mais feliz, sujeita a um qualquer, sujeita a ter qualquer um, tal como gostas, tal como preferes, mas não faz mal, foi bom para mim, foi muito bom para eu abrir os olhos em relação a ti, só te desejo coisas boas, que sejas feliz, ao lado de quem mais gostas, mas lembra-te, tenho uma grande ironia.

Dia a Dia #1

Hoje o dia até que não foi, fiquei um pouco assustado com algumas cosias que por lá aconteceram, mas tenho de me manter confiante, tive também de lidar com a pessoa que mais me lixou nos últimos dias, mas isso vai passar e quando passar é de vez, só quero ver se arranjo alguém que realmente valha a pena lá pela a escola. Era para ter ido comer a casa mas acabei por comer lá no café, sinto que ando a gastar muito dinheiro, tenho de começar a poupar mais e ir comer a casa todos dias, assim é melhor se calhar.

Sem rasto

O que tenho a fazer é simples, tenho de deixar de te sentir, tenho de deixar de falar contigo de vez, tenho de te ignorar ao máximo, meter-te completamente de lado, fingir que de ti nada sei, tenho de te afastar de mim de uma vez por todas.  Acho que realmente entendo que não me mereces, não mereces nada do que fiz ti e que poderia fazer por ti, foste só a pessoa que mais me desiludiu  e nunca te esqueças disso, nunca mesmo, lembra-te sempre que por ti tudo fazia e tu á mínima desculpa vais sem deixar rasto.

DIa de Hoje

Que desilusão, que dor que hoje nasceu em mim, apesar de dizer que não te queria, de dizer todas essas parvoíces tu sempre soubeste que eras o que mais queria, mas tu... tu preferiste seguir o que te diziam, bocas alheias que não sabem de nada, tu preferiste ouvir os outros do que me ouvires a mim, fiz de tudo, sempre a correr atrás, mesmo depois da merda que me tinhas feito antes, tento não dizer estas asneiras, mas é mias forte que eu.
 Custou chegar ao dia de hoje, dias dos namorados, enviar-te uma carta e tu dizeres "se for mesmo ele, não é mútuo", custa imenso ouvir isso e tu não queres saber, cagas completamente mesmo depois de tudo, não sei o que te vai na cabeça para me fazeres isto, não sei mesmo, mas acho que realmente estou a ver o que és, estou a ver a tua verdadeira pessoa e isso não é nada bom, não gosto dessa pessoa que és, não consigo gostar de ti assim.

Mereço

Talvez me consiga sentir melhor ao escrever, não sei bem mas com a revolta que tenho em mim acabo sempre por fazer cosias que não quero, acabo sempre por magoar os outros, e sei bem que sou parvo. Não consigo medir o que faço, nunca penso nas consequências e lixo-me, acho que mereço ser castigado, mereço que chegue alguém e me faça o mesmo.

Diz-me

Nascido a 15 de Março sim eu mesmo, lembro-me de montar-mos tendas em cima da cama, ai que bom que era tudo isso, parece que me estão a vir todas as lembranças à cabeça, as birras que eu fazia para não ires trabalhar e ficares comigo, e daquela vez em que eu vi uma garrafa de sonasol e pensava que era sumo e bebi, lembras-te? que bons tempos e que tarolo que eu era. Lembro-me ainda melhor daquela sala e que metias sempre o comando da televisão no mesmo sitio, sempre no ombro do sofá e eu ia lá sempre e mandava-o ao chão, que reguila que eu era, mas era tão pequenino e tinha essa desculpa.
 Lembro-me da cor do teu carro, era vermelho, era nele que me chegaste a levar a muitos sítios, lembras-te de quando me levaste ao jardim zoológico? eu era tão pequenino mas ainda tenho as fotos por casa e vêm me os feelings, que bons tempos que eram, que bons momentos que eram. Porque teve de chegar aquela dita noite? Ouvia-se gritos, ouvia-se uma grande discussão, e eu não sabia de nada do que se p…

Transtorno

Vivo uma vida transtornado e acabo entregue a coisas que não devia, vivo uma vida com tantos desgostos, acho que tenho desgostos piores do que se me tivesse morrido algum familiar muito próximo, é complicado não lidar bem com a minha mãe, passar a vida a discutir com ela, não conseguir ter uma conversa séria com ela, passar a vida a mentir-me, passar a vida contra as minhas irmãs a falar mal de toda a gente, complicado também não viver com ela, seria impossível isso acontecer, visto que não lido com ela, é impossível, mais complicado é lidar com o facto do meu pai me ter abandonado, vivo uma vida entregue ás minhas irmãs ou neste caso a uma das minhas irmãs, o apoio que tenho é o delas e o da minha avó mas que mesmo essa já não é muito nova e as suas ideias começam a ser escassas, é tão difícil para mim, vivo uma vida sem saber nada e cheio de indecisões, passo dias em branco e só me apetece chorar por vezes, gostava de mudar tudo isso, mas não tenho como o fazer.

Mentiras Desgostosas

Foi tão complicado no fim de semana passado, é tão mau quando a minha mãe me mente, acho que não é nada normal isto acontecer, acho triste eu andar a precisar de dinheiro, andar em baixo e a minha mãe passar a vida a implicar comigo e a mentir me que não tem dinheiro, que não me pode dar porque não recebeu mesmo eu sabendo que ela já recebeu... É complicado tudo, é complicado ela só me ver como filho quando precisa de algo de mim, é complicado eu não ter a lidação que qualquer filho tem com uma mãe, mas tenho de lidar com isso, a mal ou a bem eu tenho de conseguir, mesmo sabendo que me mata por dentro eu tenho de ser forte, coisa que nos ultimos tempos não tenho conseguido ser.

Saudades de ter alguém

Que imensas saudades de ter alguém na minha vida, alguém com quem partilhar tudo o que tenho, alguém com quem desabafar tudo o que me vem de dentro. Acho que estou a chegar ao típico momento em que preciso mesmo de alguém com quem partilhar bons momentos, com quem possa contar sempre, sinto falta de beijos, de abraços com um sentimento de amor á mistura, sinto falta de uma pessoa que me queira da mesma maneira que eu a quero.
 Não basta amigos, sei que isso é muito bem mas eu neste momento sinto que preciso de alguém que seja mais que isso, mas é tão complicado encontrar esse alguém, parece que nunca chega, parece que quanto mais eu tento encontrar menos aparece, e costumam-me dizer "quando menos esperares essa pessoa aparece", mas eu já espero á tanto tempo e não aparece, isto não será normal.