Mensagens

Estágio

Tenho medo de desiludir as pessoas do meu estágio por estar a querer acabar isto tudo tão cedo, mas os meus únicos objetivos disso são ter mais tempo para preparar a minha apresentação oral da pap e começar a receber dinheiro lá em alguns fins de semana ou algo parecido, no entanto acho que sou o único estagiário a fazer tal coisa, e não sei se isso será bom ou mau, mas tenho de fazer por mim e olhar por mim primeiro

Inseguro de tudo

Sou super inseguro de mim mesmo e de tudo o que me rodeia, penso sempre no pior e não sei como poderei mudar isso. Tenho ciúmes de coisas básicas e até mesmo de amigos meus, será isto normal? Sinto me a explodir por causa de tudo o que se tem passado na minha vida. Só queria conseguir relaxar.

Escrita

Gosto de escrever mas por outro lado tenho um certo receio de o fazer porque me faz sempre recordar alguns momentos que não quero e depois fico mal comigo mesmo. Mas apesar disso escrever também é uma forma de soltar tudo o que nos vem de dentro e é basicamente uma questão de hábito, só custa nos primeiros tempos.

Poema (Até te ter)

O teu rosto, o teu olhar
Consigo vê-los em cada luar
E quando a esperança se virar
É neles que me vou agarrarCada dia bate mais
Bate este coração por ti
Força imensa que me dá todos os sinais
Dá me tudo onde nunca me desiludiNão sei se quero amar ou odiar
Mas sei que não quero perder
Sei que vou lutar
Vou lutar até te ter

Põe-te no meu lugar

Põe te no meu lugar, tenta sentir o que sinto, tenta chegar à minha conclusão, em que tudo o que faço nunca é compensado, onde tudo o que digo não serve e tudo o que quero nunca chega.
 Sinto que precisava de ti e que nunca me deste uma única oportunidade de mostrar aquilo que sinto, precisava de ti e tu foste assim... Não bastava tudo o que me tem acontecido, não bastava todos os outros azares que tenho que também tinha de ter azar no amor.
Imagem

Confusão

Tudo o que sinto não sinto, tudo o que faço não faço, tudo o que digo não digo e tudo o que quero não quero. É uma confusão não é? É a confusão que tenho em mim, é o quão vago eu ando, o quão estranho eu ando. Não sei se me vir para a esquerda ou se dê uns passos para a direita, não sei se siga em frente ou se fique retido lá atrás.